11 músicas dos anos 2000 que você não lembrava que amava!

Os anos 2000 eram outro universo como já comentei aqui, é tipo todo mundo saindo dos anos 90 querendo se achar futuristas pelo novo século e acabou dando no que deu que como eu já disse, foi uma mistura muito estranha de anos 90 com 2010 mas que tem aquele espaço especial no meu, no seu, no nosso coração!

O que dizer, décadas épicas merecem músicas épicas – e estranhamente grudentas – e são essas músicas que eu vim mostrar para vocês, na verdade não vim mostrar nada, vim fazer vocês lembrarem do que estava acontecendo nesses muitos anos atrás que parecem que foram ontem.


Não sei vocês, mas nas festinhas das pré-adolescente que eu ia mesmo que fossem uns bons anos depois do lançamento dessa música ela SEMPRE tocava. Não era uma pergunta se ia tocar, não era um opção, essa música SEMPRE iria tocar e se não tocasse a festinha não ia para frente, não ia rolar, as pré-adolescentes rebeldes precisavam se expressar por meio dessa música e as que não eram rebeldes precisavam também só porque a música é muito boa, sem discussão.

Com vocês, Pussycat Dolls fazendo você desejar que a sua namorada fosse quente como elas (entendam o trocadilho por favor):


UMBRELLA ELLA ELLA Ê Ê Ê UNDER MY UMBRELLA e depois disso não preciso mais dizer nada né? Rihanna sendo a rainha que ela é hoje a muitos anos atrás e com muitos anos atrás eu quero dizer: 9 anos atrás!

Agora pensa comigo meu povo: esse clipe aqui é de 9 anos atrás e ela ta deusa linda maravilhosa assim, já Work é desse ano e ela está assim:

Alguém avisa ela que 9 anos passaram e ela já pode começar a envelhecer por favor?


Sem mais explicações porque certas músicas não precisa nem de apresentações, vamos direto ao assunto com a Nelly Furtado…PROMISCUOUS GIRL WHEREVER YOU ARE I’M ALL ALONE AND IT’S YOU THAT I WANT *voz fina e bem aguda* promiscuous boy you already know that i’m all yours!


 

Meu lado emo, na verdade, o lado meio emo do mundo merece seu espaço por aqui, afinal, anos 2000 não foram feito só de roupas bregas e músicas bregas né? (Ai desculpa, ri muito dessa frase, é verdade mas eu adoro) Por pura e total influencia da minha irmã eu escutava muito muita mais “pesada” para a minha idade, mas o que importa? ERA MUITO BOM! Não posso ignorar I Write Sins Not Tragedies do Panic! e eu não sei sobre vocês, mas eu ouvi muito essa música e me contem se vocês ouviam também!

Esse clipe foi minha infância, é sério, não estou brincando ou exagerando eu tenho uma foto imitando uma cena desse clipe perdida pelos computadores da minha família e espero que nunca mais achem na verdade, mas que eu tenho isso eu tenho!


Ke$ha no seu melhor estilo mendiga chique chegou fazendo todo mundo cantar essas músicas por muito, mas muito tempo em muitas e muitas festas até todo mundo não aguentar mais ouvir essa música. Foi o início do que eu achava que era minha adolescência – mas na verdade, não era, era apenas uma bebê ainda, na verdade, ainda sou – e queria ser a festeira compulsiva louca, só que, acontece que até hoje com meus quase 18 anos (faço 18 dia 3 de maio, está chegando hein!) eu não sou assim. Mas né, por dentro a Ke$ha era o hino da minha rebeldia inexistente.

Como a maioria de vocês deve saber, a Ke$ha está lutando contra a Sony e o Dr. Luke contra abusos físicos, morais e sexuais que sofreu do próprio Dr. Luke desde a época do clipe ali em cima e toda essa luta não está sendo fácil e isso obviamente mudou ela. Se não entendo do que estou falando clique aqui que eu fiz um post explicando tudo isso.

Essa é a Kesha agora, bem mais triste mas bem mais forte e toda trabalhada no girl power!


Quem vê a Avril Lavigne toda fofa, rosa e princesinha no clipe de Hello kitty (gif aqui em cima) nem imagina que ela começou completamente diferente, mas como eu disse, os anos 2000 foram a muito tempo atrás e ela era uma pessoa completamente diferente (gif aqui em baixo)!

Agora sai de mim essa versão fofa e rosa e volta a Avril do início dos anos 2000 que eu tanto amava e amo porque essa música é do seu primeiríssimo álbum que foi lançado em 2002!

Só para provar mais uma vez quanto tempo passou rápido só assista esse clipe de 2013 onde a Avril da uma pequena voltinha no tempo usando a mesma roupa do clipe de complicated e fez todo mundo chorar de saudade!


Justin Timberlake versão jovem adulto e bad boy era outra nível. Anos 90 e 2000 foram a época dele (não que agora qualquer ano não seja a época dele mas vocês entenderam o que eu quis dizer com isso). Mas a barbinha, os brincos meio bregas, as roupas combinando com as da Britney, mas de algum jeito, isso tudo dava certo para ele!

Uma época onde o cabelo de miojo platinado já tinha ido embora e ficado para trás nos anos 90 e ai, nesse ponto do início dos anos 2000, ai não dava mesmo para resistir e de algum jeito em algum ponto da sua vida você vai dar aquela surtadinha pelo Justin e não adiante negar, então meus queridos, vamos ao que interessa, o Justin dos anos 2000!


VEM VOLTAR PARA A ÉPOCA MAIS EMO DE NOSSAS VIDAS COM MY CHEMICAL ROMANCE! Onde usávamos bandanas nos pulsos, munhequeiras quadriculadas, lápis preto até o fim da vida e cinto e pulseira com tachinha. O lado emo da vida era maravilhoso, pelo menos a trilha sonora era maravilhoso e não ouse discordar de mim!

Antes de pensar “eu não ouvia essas músicas emo/pesada/etc” escute pelo menos essa porque eu acho muito difícil ter vivido e convivido nos anos 2000 e nunca ter ouvido Teenagers bem alto nos fones de ouvido ou pelo menos, para quem tem irmã ou irmão mais velho, ter escutado ele(a) escutando essa música!


Miley Cyrus já foi a queridinha da américa e a gente sabe muito bem que mudou muita coisa!

Mas agora é hora de falar de um clássico de corações partidos, Miley dando aquela indireta direta para o Nick Jonas. Essa música é o clássico dos términos de namoro e corações partidos dos pré-adolescentes pelo mundo, é a indireta mais direta que existiu antes da Taylor Swift chegar com Style. Então vamos lá com o “one two three shaa“!


Hoje ou em 2001 o que importa é que a Beyoncé acordou assim, perfeita meus queridos!

Mas direto do túnel do tempo só que não vamos ver a Beyoncé e as migas, a Beyoncé e as companheira, as sidechicks dela. Tudo bem, tudo bem, parei, mas então assiste aqui em baixo o que era a Queen B. em 2001!


Para terminar com chave de ouro e cabelo laranja tipo fogo mesmo: Paramore que também mudou muuuuito com o tempo e foi de revoltada para rosa e fofa, porém, eu não deixei de amar! Mas sou mais o Paramore dos anos 2000!

E o clipe que vou colocar aqui em baixo…bom, eu acho essa música também não precisa explicações maiores certo?


Me contem, vocês escutavam essas músicas? Qual música faltou na lista e qual artista? Só me contar lá nos comentários!

Compartilhem nas redes sociais pros seus amigos também sentirem a nostalgia!

Beijos,

(J.D)


Siga o blog e saiba antes de todo mundo que tem post novo no Lua de Vênus.
siga no BLOGLOVIN +  ou  + siga no BLOGS BRASIL +

twittertumblrfanpage instagram

6 Comment

  1. Ameiiiiiiiiiiiiiiiiii!
    Super curti seu blog!
    Um beijo!
    Lú Ferraz

    1. Juliana D'Ornellas says: Reply

      Aaaai que bom! AMO DEMAAAAAAIS ouvir isso!
      Beijooos!

  2. Nooossa! rebeldia inexistente foi tipo “amiga, toca aqui que eu te entendo” eu era igualzinha com esse negócio de “vou ser muito louca na adolescência” vish, já passei disso há algum tempo e até hoje não veio essa rebeldia e acho que nem vai vir.
    Muito obrigada pelo post, sim, eu amo cada uma dessas musicas ♥

    1. Juliana D'Ornellas says: Reply

      Bem isso, super queria ser a rebelde louca irreverente mas não rolou não, aqui estou eu e continuo bem de boa hahahaha! Ai flor, que bom que gostou do post, é muito bom mesmo saber isso! ♥ Essas músicas são maravilhosas demais!

  3. Lara says: Reply

    Ameiii! 💕✨
    Super me identifiquei quando falou da Avril haha!
    Parabéns pelo post lindo! ❤

    1. Juliana D'Ornellas says: Reply

      Aaai que bom ler isso hahah! Saudades Avril ♥ volta pra nós sk8er boy!
      Muuuuuito obrigada!

Leave a Reply