[ O que achei de ]: Animais Fantásticos e Onde Habitam – SEM SPOILER –

Obrigatoriamente devo começar dizendo o quanto eu senti falta de ir ao cinema assistir algo deste meu amado mundo mágico. Foi estranho não saber exatamente o que esperar, mas isso fez parte da surpresa e não decepcionou. Vou tentar ser breve e não deixar esse post gigantesco mas já adianto que não sou boa em simplificar as coisas, principalmente quando o assunto é Harry Potter. (Ah, vai ser um post sem spoilers hein!)

Palavras não descrevem a empolgação para um filme novo, uma foto vale mais do que mil palavras mas nem esta foto é capaz de demonstrar o desespero interior combinado com ansiedade que eu estava sentindo lá no fundo da minha alma.

Processed with VSCO with hb2 preset

Cheguei no IMAX do Palladium, a sessão começaria as 19h30 e graças ao TOMMO.com.br, o site de notícias sobre entretenimento que eu mais amo nesse mundo eu poderia estar lá, assistindo aquilo antes mesmo da pré-estreia (devo admitir que é muito bom não ter que ficar na luta para conseguir ingresso para a pré antes que tudo esgote porque isso me esgotava emocionalmente). Tirei fotos para o TOMMO antes de entrar e juro que era difícil pois minhas mãos tremiam de ansiedade! Pronto, entramos na sala e eu acho que só faltava eu cair dura no chão, antes mesmo da logo da Warner aparecer na tela eu já estava chorando (inclusive nesta hora, toca uma música que é uma velha conhecida aos potterheads). Ah como é bom voltar ao mundo mágico.

Resultado de imagem para fantastic beasts gifImagem relacionada

Animais Fantásticos e Onde Habitam é como um spin-off de Harry Potter, pertence ao mesmo mundo mágico porém acontece muitas décadas antes das história do Harry começar. O filme se passa nos anos 20 em New York, o magizoologista britânico Newt Scamander (que é interpretado pelo Eddie Redmayne que inclusive ganhou até Oscar e estrela outros filmes sensacionais, indico seriamente que assistam Garota Dinamarquesa) chega a cidade mas nem imagina como o mundo mágico é diferente por lá, desde a MACUSA (que é como o Ministério da Magia americano) até o modo como lidam com os non-maj (ou seja, os não mágicos, os trouxas) e com as criaturas mágicas, digamos que o Newt sofre um pouco para se adaptar a tudo isso já que desde o início tudo parece dar errado porém do jeito mais cativante possível. Adianto que o filme é sobre algo muito profundo do que simplesmente animais fantásticos, mas isso deve ser descoberto já dentro do cinema acompanhado da atuação maravilhosa do Ezra Miller como Credence.

Para quem acompanhou tudo que foi liberado sobre o filme, o Credence sempre foi a grande dúvida, nada foi dito ou explicado sobre o personagem, assim como nunca foi mostrado explicitamente como é dentro da tal maleta do Newt Scamander, essas dúvidas me irritaram muito mas depois de assistir o filme concordo plenamente com a decisão de deixar isso como surpresa para os espectadores. Acredite em mim, quando você der uma olhada na parte de dentro da maleta, vai se apaixonar por cada uma das criaturas e pelo Newt cuidando delas.

Resultado de imagem para fantastic beasts gif

Para quem é fã de Harry Potter, a maior preocupação é se faria justiça às outras obras da J.K. Rowling, se seguiria verdadeiro ao que conhecemos da Jo, sem furos, extremamente criativo e principalmente, o maior medo dos fãs era que fosse um tapa buraco para gerar mais dinheiro a Warner. Sobre isso, podem ficar tranquilos, o filme é um lembrete de como a imaginação da Jo é mágica a um ponto que chega a ser anormal. Em um momento do filme, em uma cena que inclusive saiu em um dos trailer, o non-maj mais amado do mundo mágico, o Jacob (brilhantemente interpretado pelo Dan Fogler) diz que ele sabe que não está sonhando pois não seria capaz de imaginar tudo aquilo, pois bem, é exatamente isso, só a J.K. Rowling é capaz de criar algo tão maravilhoso assim.

Resultado de imagem para jacob non-maj gif

Admito que essa história de uma maleta mágica do Newt me parecia algo meio bobo, como se fosse apenas uma maneira de ele poder carregar as criaturas por aí e ficar mais prático, mas como eu me enganei, ao entrar na tal da maleta você vai se apaixonar mais uma vez pelo filme, o modo como as criaturas mágicas ficam dentro da maleta é muito diferente do que eu imaginava, sinceramente, é muito mais mágico do que eu poderia ser capaz de imaginar. Novamente, a J.K. Rowling criou um universo mágico e a Warner trouxe o mesmo a vida de modo apaixonante, os efeitos especiais são sensacionais e os animais fantásticas cativantes.

Resultado de imagem para fantastic beasts gif

O filme me surpreendeu positivamente, apesar de achar a primeira fuga de um animal fantástico um pouco cansativa – principalmente para quem estava esperando o grande drama do filme que foi muito especulado pelos fãs – porém é bonitinha, extremamente fofa e acho que talvez quem não estivesse surtando de ansiedade e cheia de teorias na cabeça não achasse a cena cansativa, além disso, aposto que as crianças vão se apaixonar por essa tal fuga de um dos animais pois é um dos momentos mais infantis do filme, o que pra mim, foi um pouco cansativo.

Você não precisa se quer conhecer Harry Potter para assistir o filme e amar, mas o longa tem um gostinho mais especial para aqueles que conhecem a saga original. Ver o Newt Scamander com o seu cachecol da Lufa-lufa, falando de Hogwarts; ouvir alguns nomes e sobrenomes conhecidos; uma relíquias da morte que aparece (o que basicamente me permitiu desvendar um mistério com mais certeza e acredito que outros fãs da saga também desvendarão graças a isso), ouvir feitiços que já somos familiarizados; é tudo uma sensação extraordinária e que alimenta a nostalgia.

Imagem relacionada

Existem outros personagens que não falei aqui que são sensacionais, mas na minha opinião o destaque fica para para o Dan Fogler como o non-maj que conquistou todo mundo; a Alison Sudol (como Queenie, a legilimens) que inclusive é uma cantora sensacional que eu escuto faz anos, clique aqui para ouvir uma música dela; o Eddie Redmayne (Newt Scamander) que mostrou perfeitamente o que é um lufano para o mundo e o Ezra Miller (como Credence) que provou o que eu já sabia a um bom tempo, que ele é um ator sensacional. No meu caso, uma enfase extra no Ezra e no Eddie que fizeram com que eu amasse eles mais do que eu já amava!

Declarações finais sobre o filme: Animais Fantásticos e Onde Habitam é muito mais profundo do que imaginamos de início, ele vai ficando mais impactante ao longo do tempo e é cheio de surpresas (apesar de que acertei de cara os dois maiores mistérios do filme, mas não soube de mais ninguém que adivinhou então pode simplesmente ser eu que conheço demais a cabeça da J.K. Rowling e piro em teorias mirabolantes), o longa também é mais obscuro do que eu imaginava, o que só deixa o filme mais lindo ainda e muito mais emocionante. É bem estranho a falta de sotaque britânico, admito, preciso me acostumar com isso ainda pois tenho um preconceito o qual nem entendo o motivo, mas afinal, me acostumei demais ao mundo mágico europeu e como sou fluente em inglês eu presto muita atenção aos sotaques e isso pesou um pouco, mas acredito que é questão de costume, mas de agora, parece quase errado um americano mágico. Indico mesmo que assistam o filme em 3D pois o mesmo foi usado maravilhosamente bem e vai te colocar bem no meio de toda a magia de um jeito que nunca aconteceu em Harry Potter, acredite, vale pagar um pouco mais ir assistir em 3D mesmo, você não vai se arrepender. No final das contas tudo indica que essa vai ser uma nova saga mágica apaixonante e mal posso esperar pelos outros filmes e que as teorias comecem porque inclusive estou pensando em fazer um post só com elas.

Não chamo isso aqui de crítica porque me sinto como o anti-cristo se penso em julgar a J.K. Rowling, não sou capaz de dar uma nota para o meu maior ídolo e inspiração, desculpe, imparcial mesmo. Mas digamos que seria algo entre um 5 e um 4.5 okay? Simplesmente pois achei o início do filme realmente cansativo, mas no final das contas, o roteiro genial, atores maravilhosos e personagens apaixonantes compensam isso muito bem.

Ah, não posso deixar de fora que eu tenho uma teoria para o nome do filme a qual eu estou desesperada para contar, mas seria um spoiler fortíssimo, então vou deixar ela escrita aqui em baixo em branco, ai quem quiser ler vai ter que selecionar (tipo quando você seleciona um texto para copiar e colar sabe?) o espaço para conseguir fazer isso. Resumindo, se selecionar o espaço em branco o texto aparece: Animais Fantásticos e Onde Habitam tem um drama gigantesco sobre um animal desconhecido destruindo a cidade de NY (culpam o Newt por isso inclusive) e no final das contas, este animal que está aterrorizando os moradores e potencialmente expondo a magia é uma criatura que é involuntariamente criada por bruxos que negam seus poderes/não aprendem a lidar com eles. Lutar contra seus próprios poderes basicamente cria esta criatura maligna e incontrolável chamada Obscurus que habita o bruxo que renega sua própria magia (inclusive quem carrega este ser acaba morrendo, como um efeito colateral) e alguns personagens ficam tentando descobrir quem é o bruxo que negou seus poderes que carrega o tal do Obscurus que aterroriza NY. No final das contas, se pensarmos bem sobre todo o enredo, o nome do filme significa Animais fantásticos (Obscurus) e Onde Habitam (em quem ele habita)”, o que é uma analogia sensacional muito mais significativa do que o nome de um livro didático. ← Isso mesmo, é só selecionar essa parte em branco que tem um textinho escondido ali com a minha teoria, se você não entender ela muito bem, vai entender depois de assistir ao filme, fique tranquilo, mas achei isso genial demais e precisa ser compartilhado, mas cuidado que é um spoiler fortíssimo, não recomendo para quem quer surpresas no filme. Enfim, pensem nisso de tinta branca e selecionar para ler como uma tinta mágica ou sei lá, meio diário do Tom Riddle.

É isso, é bom demais essa onda de coisas novas dentro deste amado universo mágico da J.K. Rowling e este post já ficou longo demais, simplesmente não sei ser breve, aceitem isso, os posts sempre ficam longos e sempre vão ficar. Mas e ai, já assistiu o filme? Quer assistir? Comente aqui em baixo a sua opinião! Compartilhe nas suas o post com os seus amigos para convencer eles a irem no cinema com você, isso é sempre um bom motivo para compartilhar no final das contas.

(J.D)


Siga o blog e saiba antes de todo mundo que tem post novo no Lua de Vênus.
siga no BLOGLOVIN +  ou  + siga no BLOGS BRASIL +

twittertumblrfanpage instagram

Leave a Reply