Sobre mim…

Juliana D’Ornellas, 03 de maio de 1998.
Curitiba – PR


☠️

A post shared by j . d' o r n e l l a s (@judornellas) on


Futura Relações Públicas e – se tudo der muito certo – uma futura escritora públicada, esse seria o sonho, quero dizer, imagina a sensação de ser a autora da citação favorita de alguém? É uma ideia muito motivacional para mim.

Odeio frases de efeito melodramáticas, mas momentos clichês onde declamo meu amor pelas minhas paixões pedem essas palavras. Hoje eu sei que um livro pode mudar a vida de uma pessoa completamente, moldar a personalidade, dar forças e que um texto qualquer pode ser a motivação que alguém que esteve sem rumo precisava para não desistir de tudo. A simples ideia de causar tudo isso na vida de uma única pessoas já não soa maravilhosa? Pra mim, esse é o proposito de escrever. É conseguir por em palavras os sentimentos e com palavras causar sentimentos. É por isso que criei o blog e o motivo pelo qual um dia quero publicar um livro. A ideia de que algo que eu escreva pode acabar fazendo bem a alguém algum dia simplesmente lava a minha alma.

Eu espero do fundo do meu coração que eu consiga apresentar a sua futura música favorita por meio do blog, espero que você se distraia dos seus problemas lendo os posts, que um peso saia dos seus ombros enquanto se distraí com o meu jeito de escrever, afinal, esse é o ponto de tudo isso aqui, é entreter a sua mente nem que seja por apenas um mísero minuto.

Falando de entretenimento, fora o Lua de Vênus eu também ajudo no TOMMO.com.br como posso e com a página do Facebook do Potterish e o Instagram deles. Acho que meios de comunicação são a minha paixão mais involutária, é um passa tempo que acabou virando trabalho e faculdade. Tem coisa melhor do que isso?

dog vs. sol » 🌞

A photo posted by j . d’ o r n e l l a s (@judornellas) on

🐕🌸💕 – Eu não sei mais como seria minha vida sem essa coisinha linda.

A photo posted by j . d’ o r n e l l a s (@judornellas) on

Sou apaixonada por animais, se pudesse teria oitenta cachorros comigo o dia inteiro. A vira-lata (s.r.d) se chama Hermione Jean Granger e a Yorkshire se chama Margo Roth Spiegelman. Elas são meus xodós e mantém minha sanidade mental quase intacta, além de me aguentarem nas minhas piores horas.

#hufflepuff 💛✨

A photo posted by j . d’ o r n e l l a s (@judornellas) on

Eu sinto um amor absurdo por Harry Potter, é um parte importante da minha vida e que ajudou a me tornar quem eu sou hoje. Sou Hufflepuff e não sei explicar o orgulho que eu sinto dessa casa e de cada um dentro dela. Esses sete livros são a minha constante, meu sistema de apoio apesar de tudo e por isso mesmo já dediquei uma tatuagem a eles, mas ainda não é o suficiente para agradecer.

Acho que é isso, não sei mais o que falar sobre mim, o resto é meio padrão, uma mãe, um pai, uma irmã, amo todos profundamente, sabe, essas coisas.


Thank you for inspiring me
J.K / Emma.W / Ky.J / L.T – H.S – N.H – L.P / Ed.S / Luba / Filipe.K